Na quinta Copa do Mundo da Fifa, goleiro mexicano Ochoa lidera nova geração

O México, que perdeu a primeira posição no grupo de qualificação da Copa do Mundo da CONCACAF para o Canadá no saldo de gols, foi eliminado nas oitavas de final em todas as Copas do Mundo desde 1994.

O confronto do México com a Polônia pode ser decisivo no Grupo C, com a Argentina como grande favorita e a Arábia Saudita como o outro lado da chave.

Desde a Copa do Mundo de 2018, o México perdeu o zagueiro Rafael Marquez, um dos melhores jogadores do país, para a aposentadoria

O técnico Gerardo Martino também deixou de fora Javier Hernandez, o maior artilheiro de todos os tempos do México, apesar de sua boa forma nesta temporada, para espanto dos torcedores.

O confronto do México com a Polônia pode ser decisivo no Grupo C, com a Argentina como grande favorita e a Arábia Saudita como o outro lado da chave.

A defesa do México terá que fechar o atacante polonês Robert Lewandowski, que aos 34 anos está ansioso para deixar para trás as decepcionantes atuações anteriores da equipe na Copa do Mundo.

“No papel, temos adversários que já são vistos na próxima fase”, disse Ochoa.